Confira 5 exemplos de biotecnologia e suas aplicações

exemplos-de-biotecnologia

Cada vez mais presente no dia a dia, a biotecnologia é uma área que trabalha com a modificação de seres vivos para aperfeiçoar produtos, serviços e técnicas. Entretanto, muitas vezes, a presença dela passa quase despercebida para muitas pessoas. Pensando nisso, a Insider preparou um conteúdo com os principais exemplos de biotecnologia. Confira!

1 – Agropecuária: cultivo de plantas e alimentação de origem animal

A carne que chega ao seu prato ou as plantas cultivadas em casa podem ser um dos exemplos de biotecnologia. Na agropecuária, ela é empregada para melhorar a qualidade do alimento. Para isso, esse tipo de tecnologia auxilia nos seguintes processos: 

  • desenvolvimento de medicação animal;
  • alimentação balanceada;
  • cruzamento controlado,
  • prevenção de doenças. 

Já com relação ao plantio, vale ressaltar que a aplicação da biotecnologia é feita há séculos, embora, o conhecimento sobre cultivos e solos fosse superficial. Entretanto, com o passar dos anos, os estudos sobre o cruzamento de plantas foi sendo aperfeiçoado e, hoje, há espécies melhores, desenvolvidas em razão da mistura e da modificação de tipos determinados de folhas.

2 – Saúde: criação de vacinas e controle de doenças

exemplos-de-biotecnologia-insider

Quando o assunto gira em torno dos exemplos de aplicação da biotecnologia na Saúde, o desenvolvimento de vacinas é uma das pautas principais. Tudo começou em 1796 graças ao médico e cientista Edward Jenner que, na época, dedicava-se às pesquisas sobre varíola humana. 

Ele identificou que as pessoas que já haviam tido contato com a varíola bovina possuíam resistência à varíola humana. Ao publicar a conclusão dos estudos, o médico citou, pela primeira vez na história, o termo Variolae vaccinae, dando origem ao que é conhecido, hoje, como vacina. 

Cerca de três anos depois, o primeiro centro de produção de vacinas do mundo foi criado em Londres e, em 1904, houve a introdução da vacina no Brasil. Hoje, já são mais de 50 opções de imunizações para controlar diversos tipos de doenças, como Influenza (gripe), hepatite A e poliomielite, por exemplo. 

Além disso, há outras em fases de desenvolvimento e testes para controlar doenças que existem desde décadas atrás, como o HIV, ou patologias recentes, como é o caso da COVID-19, causada pelo novo coronavírus. 

3 – Reprodução humana assistida: fertilização in vitro

A aplicação da biotecnologia também pode ser observada na reprodução humana assistida. Feitas com base na combinação de micro-organismos, a fertilização in vitro nada mais é do que a retirada de gametas masculinos e femininos para a inseminação em laboratório. Após o tempo de maturação, o óvulo é inserido no útero para iniciar o processo de gestação. 

A técnica foi aplicada pela primeira vez em 1978, na Inglaterra. No Brasil, o primeiro registro desse tipo de reprodução assistida foi feito em 1983. Desde então, a fertilização in vitro vem sendo aperfeiçoada e ajuda a realizar o sonho de diversos casais que desejam criar uma família.

4 – Biotecnologia de indústria: produtos químicos, materiais e combustíveis

A biotecnologia industrial faz parte da chamada “biotecnologia moderna”. Ela é aplicada na produção de produtos químicos, materiais e combustíveis. A técnica consiste na utilização de enzimas, micro-organismos e matéria-prima renovável na fabricação de produtos do setor industrial, tais como:

  • produtos químicos e farmacêuticos;
  • papel;
  • polímeros;
  • energia,
  • têxteis.

5 – Biotecnologia e nanotecnologia na moda

É possível citar, ainda, os exemplos de biotecnologia que fazem parte do mundo da moda. Na fabricação têxtil, é comum utilizar enzimas para produzir roupas e tecidos. Além disso, as celulases são usadas para remover borbotos do algodão — bolinhas que se formam na superfície dos tecidos. Por fim, também há as lipases, utilizadas para remover manchas de gorduras.

Nanotecnologia aplicada à produção de roupas antivirais

Por fim, além dos exemplos de biotecnologia, vale citar a nanotecnologia, aplicada para fabricar tecidos e peças de roupas tecnológicas e sustentáveis. A Insider é uma marca que se beneficiou do recurso moderno para criar camisetas e cuecas antissuor e antiodor, que evitam a proliferação de bactérias, causadoras do mau cheiro quando entram em contato com a transpiração. 

A marca foi ainda mais longe e saiu à frente na criação de peças antivirais — máscara e camiseta que ajudam a evitar a disseminação do novo coronavírus. O tecido é feito com uma formulação de íons de prata que neutraliza micro-organismos em até cinco minutos, diminuindo as chances de contaminação direta e indireta.