Manual de boas práticas para a reabertura de academias

reabertura-de-academias-insider

A reabertura de academias foi muito esperada por boa parte da população. Com o isolamento social, um grande número de pessoas teve dificuldade em manter uma rotina de exercícios físicos em casa.

A princípio, a reabertura aconteceria quando as cidades chegassem na fase verde, mas foi adiantada para a fase amarela. No entanto, para garantir a segurança dos alunos e dos profissionais, é necessário seguir algumas medidas.

Pensando nisso, a Insider criou um conteúdo para explicar quais são as recomendações para a reabertura de academias e como você pode voltar às atividades de maneira segura.

Quais medidas a academia deve seguir?

O novo normal é organizado, possui mais regras e precisa da colaboração de todos para que seja eficiente. Nesse sentido, a reabertura de academias conta com diversas regras e um manual de boas práticas que devem ser seguidas pelos estabelecimentos.

Confira as recomendações da Associação Brasileira de Academias (ACAD) para a reabertura:

  • As academias devem operar com 30% da capacidade total;
  • Alunos e colaboradores devem usar máscara de proteção;
  • O local deve ser fechado de duas a três vezes por dia, por pelo menos 30 minutos, para limpeza dos equipamentos de academia;
  • Deve-se disponibilizar kits de higiene e álcool em gel em diversos locais da academia para alunos e colaboradores;
  • A temperatura dos alunos deve ser medida na entrada e, se for constatada condição febril, recomenda-se o impedimento da entrada no estabelecimento;
  • Apenas 50% dos aparelhos de cardio devem ser utilizados, permitindo o distanciamento entre os alunos;
  • Nas áreas de peso livre e atividades coletivas, é necessário delimitar com fita o espaço que cada aluno pode ocupar,
  • O ar do ambiente deve ser completamente renovado sete vezes por hora. Caso a academia não tenha ar-condicionado, as janelas devem permanecer abertas.

Veja como voltar para a academia de maneira segura

O cenário de pós-pandemia ainda é incerto e, atualmente, está se fazendo a reabertura de diversos setores com cautela. Se você quer voltar para a academia, mas ainda não sabe quais práticas adotar, separamos algumas dicas.

Use máscara de proteção

reabertura-de-academias

A máscara de proteção é um item indispensável neste momento. Isso porque, apesar da capacidade reduzida, você ainda dividirá o espaço com outras pessoas e precisa se manter protegido.

Vale ressaltar que a máscara não deve ser tirada para falar ou para fazer os exercícios. Além disso, ela deve ser trocada sempre que ficar úmida, então leve mais de um modelo. Assim, você poderá trocar o acessório ao longo do treino.

Siga as medidas de higiene

A higienização das mãos não deve ser dispensada, inclusive, ela é ainda mais necessária na academia. Afinal, você estará em contato com diversos equipamentos e a superfície pode estar contaminada com o vírus.

Por isso, lave as mãos com frequência ou utilize o álcool-gel 70%. Além disso, lembre-se de não levar as mãos ao rosto e evite mexer na superfície da sua máscara de proteção.

Mantenha o distanciamento

Com a capacidade reduzida, você dificilmente encontrará a academia lotada. Entretanto, os cuidados devem ser mantidos e, por isso, é importante fazer o distanciamento social nesse ambiente.

Ou seja, dê preferência aos aparelhos que estão distantes de outros alunos, fale com o professor mantendo uma distância segura e use a área livre com sabedoria. Desse modo, o risco de contrair o vírus é menor.

Use roupas antivirais

Com o avanço da pandemia, o setor têxtil buscou soluções e criou peças antivirais, com capacidade de neutralizar o vírus. As camisetas e máscaras antivirais possuem tecnologia avançada e proporcionam maior proteção para quem precisa sair de casa.

A formulação usada nas peças da Insider é feita com íons de prata e a tecnologia da marca neutraliza 660 tipos de vírus e bactérias, incluindo o novo coronavírus. Os testes que comprovam a eficácia da tecnologia foram realizados pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e seguem a norma ISO 18184.

Evite horários de pico

A reabertura de academias adota o sistema de capacidade reduzida. Entretanto, alguns horários são mais disputados, podendo gerar aglomeração. Por isso, evite os horários de pico e pergunte quando o local está mais vazio antes de marcar a sua sessão de treino.