Máscara antibacteriana e antiviral: tecnologia que protege contra doenças

mascara-antibacteriana

As máscaras se tornaram itens essenciais para quem quer sair às ruas com segurança. Existem diversos modelos e as opções de máscara antibacteriana e antiviral fornecem uma proteção eficaz contra bactérias e vírus. 

Conhecer as particularidades de cada modelo disponível no mercado ajudará a fazer a melhor escolha. Por isso, explicamos a eficácia de cada tipo de máscara de proteção de tecido. 

O que é uma máscara antibacteriana?

Esse modelo de máscara é feito com um tecido antibacteriano. Isso significa que ele irá impedir a proliferação de bactérias, evitando a contaminação desses micro-organismos.

Conheça os tecidos disponíveis

Existem diversos modelos de máscara, e para encontrar aquele que atende melhor às necessidades de cada um é necessário entender a diferença entre os tecidos. 

O tecido tradicional, usado em máscaras caseiras de pano, não possui ativos tecnológicos na composição. Ele acumula micro-organismos em sua superfície e há chances de você ser infectado ao tocá-la.

A máscara antibacteriana apresenta um nível maior de proteção, pois impede a reprodução das bactérias, evitando doenças. Outro modelo disponível é feito com tecido antiviral. Nesse caso, ele evita a proliferação do vírus.

Entretanto, uma proteção completa precisa agir contra bactérias, vírus e fungos. Isso é possível com a utilização de tecidos antimicrobianos.

Máscara antiviral: proteção contra o novo coronavírus

mascara-antibacteriana-insider

Pensando em proporcionar a maior proteção possível, a Insider criou a máscara antiviral, feita com tecido antimicrobiano. O modelo conta com uma tecnologia de íons de prata, responsável por desativar os micro-organismos. Dessa forma, protege contra a contaminação direta — como todas as máscaras — e cruzada.

A contaminação cruzada acontece quando um indivíduo entra em contato com uma superfície contaminada. Como a máscara de proteção antiviral inibe o crescimento dos vírus e bactérias em até 15 minutos, o tecido não colabora com a reprodução dos micro-organismos e não se torna um canal de contaminação.

Como funciona a tecnologia

A máscara antibacteriana e antiviral da Insider é composta por duas camadas de tecido, e utiliza nanopartículas prata em sua formulação. Ao reduzir a prata em escala nanométrica, seu poder germicida aumenta exponencialmente. 

A tecnologia atua de duas maneiras. A primeira delas é por meio do rompimento da camada bilipídica do vírus. A segunda está relacionada ao bloqueio da ligação do vírus nas células hospedeiras, o que impede a liberação do material genético. Essas ações diminuem a capacidade infecciosa do vírus.

Eficácia comprovada

A Insider criou um kit antiviral composto de máscara e camiseta. A tecnologia aplicada nos dois produtos foi testada em instituições reconhecidas, como a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A formulação inibe o crescimento de 660 tipos de micro-organismos e foi identificada uma redução de até 99,9% das cepas testadas. A avaliação da eficácia do produto seguiu a norma ISO 18184 (Textiles: Determination of antiviral activity of textile products). 

Os testes mostraram que a tecnologia é eficiente na neutralização do novo coronavírus. Desse modo, as máscaras da Insider auxiliam a prevenção da COVID-19.

Vantagens do modelo

A tecnologia das máscaras antivírus permite a sua utilização durante o dia inteiro. Diferentemente dos modelos de pano, não é necessário fazer uma troca constante, porque os micro-organismos são desativados.

Além disso, o modelo conta com um elástico em volta da cabeça. Isso faz com que a máscara antibacteriana e antiviral se ajuste melhor ao rosto, proporcionando o conforto necessário para a utilização durante longos períodos.

Medidas de prevenção não devem ser ignoradas

A máscara é eficiente na neutralização do vírus e é um item funcional para evitar a contaminação da COVID-19. Entretanto, isso não dispensa as medidas de prevenção indicadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Manter o distanciamento ao sair de casa, evitar aglomerações e lavar as mãos com frequência são atitudes que devem ser mantidas. Assim, a máscara se torna mais uma ferramenta para viver de maneira segura durante a pandemia, além de ser eficiente contra centenas de outros micro-organismos.