Prevenção da gripe: conheça 5 métodos eficazes

prevencao-da-gripe

Todos os anos, quando o inverno se aproxima, o tema da prevenção da gripe surge. Isso porque a combinação entre o frio, a baixa umidade do ar e a maior concentração de poluentes funciona como um desencadeador de diversas doenças. Gripes, resfriados, asmas e pneumonias são algumas delas.

A gripe é considerada um dos grandes desafios da saúde, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, é essencial adotar medidas de prevenção que ajudem a diminuir a circulação do vírus e, consequentemente, reduzir o número de infectados.

Como a doença é contraída

Antes de falar sobre como evitar a gripe, é importante entender como essa doença infecciosa pode ser contraída no dia a dia. A transmissão da gripe acontece por meio de gotículas. Estas, por sua vez, são expelidas quando uma pessoa fala, espirra ou tosse — e atingem distâncias maiores que um metro.

Além da contaminação direta, também é possível se infectar ao tocar uma superfície contaminada e, em seguida, levar a mão até a boca, nariz ou olhos. Essa forma de infecção é conhecida como contaminação indireta ou cruzada.

Conheça 5 métodos de prevenção da gripe

Sabendo a forma de transmissão, é mais fácil compreender como se prevenir da gripe. Veja 5 métodos que evitam a contaminação da doença.

1. Tomar a vacina

A vacina é um dos métodos mais eficazes na prevenção da gripe. Todos os anos, o governo disponibiliza doses para grupos específicos, como crianças, professores e funcionários públicos. 

A vacina da gripe tem uma particularidade: ela muda todos os anos. Isso acontece porque a OMS recomenda, anualmente, a composição da vacina, com base nas informações sobre as cepas que estão circulando. Portanto, ela é criada para proteger dos vírus mais comuns e com maior circulação naquele período.

2. Usar uma máscara antiviral

mascara-para-prevenção-da-gripe

Com o desenvolvimento da tecnologia têxtil, foi possível criar uma máscara antiviral. Além de funcionar como uma barreira física — impedindo a contaminação direta — esse modelo também tem a capacidade de neutralizar vírus e bactérias. Dessa forma, os micro-organismos não se acumulam na superfície, evitando a contaminação indireta.

O modelo criado pela Insider é eficiente na desativação de 660 tipos de micro-organismos — incluindo o novo coronavírus. A tecnologia consiste na aplicação de íons de prata com alto poder germicida na fibra do tecido. Dessa forma, ela possibilita a neutralização de vírus e bactérias. 

Portanto, usar a máscara antiviral é uma maneira de se proteger contra a gripe. Vale lembrar que locais com maior aglomeração de pessoas e ambientes fechados atuam como focos de transmissão da gripe. Nesse sentido, a utilização da máscara é essencial.

3. Lavar as mãos com frequência e usar álcool gel

prevencao-da-gripe-insider

Criar o hábito de lavar as mãos com frequência é importante para a prevenção da gripe. Isso porque é possível contrair a doença ao tocar em um local contaminado, como o corrimão, o botão do elevador ou até mesmo uma mesa.

Então, lavar as mãos ao chegar em casa ou no ambiente de trabalho e antes de se alimentar é um hábito importante. Além disso, elas devem ser lavadas por pelo menos 20 segundos e de maneira completa. Ou seja, a região entre os dedos e a parte superior da mão — as costas — não devem ser esquecidas.

Entretanto, nem sempre é possível lavar as mãos ao sair de casa. Por isso, ter um álcool gel 70% é fundamental para a prevenção de doenças. Com ele, será possível higienizar as mãos após o contato com corrimões e outras superfícies que podem estar contaminadas.

4. Não levar as mãos ao rosto

É comum levar as mãos ao rosto diversas vezes ao longo do dia, e isso acontece de maneira despercebida. No entanto, essa atitude pode resultar na contração de diversas doenças.

Portanto, para a prevenção da gripe, é necessário se policiar em relação ao hábito. Além disso, combinar os métodos como usar o álcool gel, lavar as mãos com frequência e não levá-las ao rosto vai diminuir os riscos de infecção.

5. Fortalecer o sistema imunológico

Manter um sistema imunológico forte é fundamental para que o organismo tenha capacidade de combater as infecções causadas por micro-organismos. Para isso, deve-se adotar uma alimentação equilibrada e variada, com a ingestão de vitamina C e outros nutrientes necessários ao corpo.

Manter uma rotina ativa, fazendo exercícios físicos frequentemente, também é importante para o fortalecimento do organismo como um todo. 

Diferença entre gripe e resfriado

O resfriado e a gripe são doenças diferentes. Ambas são causadas por vírus, entretanto, o resfriado costuma ter sintomas mais brandos, além de uma duração menor quando comparado à gripe.

Os sintomas do resfriado são: coriza, congestão nasal, dor no corpo e dor de garganta leve. Já os sintomas de gripe incluem febre alta, dor de cabeça, dor muscular e congestão nasal. Além disso, há a possibilidade da doença evoluir para casos mais graves, como uma pneumonia.

Os métodos de prevenção da gripe também são eficazes contra os resfriados. Há apenas uma exceção: a vacina. Isso porque ela é desenvolvida para atuar exclusivamente contra os vírus causadores da gripe, que são diferentes daqueles responsáveis pelos resfriados.