Tecido antibacteriano e antimicrobiano: conheça a tecnologia

tecido-antibacteriano

A tecnologia têxtil busca soluções que irão facilitar a vida das pessoas de alguma maneira, e o tecido antibacteriano é um exemplo disso. As inovações proporcionam novas funcionalidades, criando tecidos inteligentes.

Conhecer as opções disponíveis no mercado permite uma busca assertiva por peças que irão cumprir as necessidades desejadas. Por isso, estar atento às novidades do mercado pode ser de grande utilidade.

O que é o tecido antibacteriano?

tecido-antibacteriano-insider

Um tecido com propriedades antibacterianas pode ser feito tanto de uma fibra sintética quanto de uma natural. O que faz um tecido ser considerado antibacteriano é a sua capacidade de evitar a proliferação de bactérias.

Então, ativos são embutidos para deixar o tecido com essa característica. Apesar de o nome não ser tão comum, diversas peças utilizam o tecido antibacteriano. As roupas esportivas, underwear e moda praia são bons exemplos de roupas com essa tecnologia. 

Quando uma peça é definida como antiodor, ela também costuma ser feita de um tecido antibacteriano. Isso porque o odor é causado pela proliferação de bactérias, então a maneira de evitá-lo é impedindo a reprodução delas.

Opções utilizadas na Insider

A Insider desenvolve produtos essenciais para a vida do homem moderno que tem uma rotina demandante. As peças inteligentes contam com propriedades antissuor e antiodor, e os tecidos utilizados evitam a proliferação de bactérias.

O modal e a viscose de bambu são dois tecidos sintéticos feitos a partir de matéria-prima natural. Os tecidos especiais desenvolvidos são de baixo impacto ambiental, absorvem o suor rapidamente e, por causa dessa secagem eficiente, evitam a reprodução das bactérias responsáveis pelo odor desagradável.

Essa tecnologia aparece em todas as peças da marca, desde opções underwear — como as undershirts e cuecas tech — até a tech t-shirt.

tecido-antibacteriano-insider

Tecido antibacteriano X tecido antimicrobiano

Com a pandemia causada pelo novo coronavírus, os tecidos antimicrobianos ficaram em evidência. A diferença entre o tecido antibacteriano e o antimicrobiano é que o primeiro atua apenas no controle da proliferação de bactérias. Enquanto isso, o segundo dificulta a multiplicação de micro-organismos, como vírus, bactérias e fungos.

Esse avanço da tecnologia têxtil é essencial para a prevenção de doenças e fornece opções mais eficientes do que o algodão tradicional, por exemplo. Em peças de algodão, as bactérias e vírus podem acumular e se proliferar. Dessa forma, o tecido se torna um meio de contaminação.

Nos casos dos tecidos antimicrobianos há uma neutralização do micro-organismo, evitando sua reprodução. Existem pesquisas em todo o mundo com o objetivo de tornar essa tecnologia mais eficiente e acessível. 

Dessa forma, diversas peças, como a máscara de proteção, poderão ser desenvolvidas em larga escala, beneficiando um número maior de pessoas. 

Conheça a tecnologia dos íons de prata

Diferentes tipos de tecidos podem se tornar antimicrobianos, mas há uma constante: na maioria dos casos aplica-se íons de prata para que isso seja possível. A Insider, que tem tradição na utilização de tecnologia têxtil em seus produtos, criou a máscara e a camiseta antiviral.

A formulação conta com nanopartículas de prata que aumentam o seu poder germicida. A fórmula foi projetada para inibir 660 tipos de micro-organismos nas superfícies, inclusive vírus envelopados e não-envelopados. Isso significa que os micro-organismos são desativados em até 15 minutos ou menos.

O tecido antiviral da Insider proporciona conforto e segurança ao sair de casa. Por ser eficiente na desativação do vírus, não há necessidade de trocar a máscara a cada duas horas, por exemplo.

Eficácia comprovada

O nosso tecido para máscara foi testado conforme a norma ISO 18184 (Textiles: Determination of antiviral activity of textile products). O resultado mostrou que há uma redução de até 99,9% das cepas testadas. 

Como a tecnologia desativa os micro-organismos, há uma dupla proteção. Assim como as máscaras de pano, evita-se a contaminação direta. O diferencial está no impedimento da contaminação cruzada, isto é, quando ocorre contato com uma superfície contaminada. 

Além disso, o modelo é mais confortável, porque tem elastano na composição, proporcionando um ajuste melhor no rosto. O elástico fica em volta da cabeça, então é possível utilizar por mais horas sem sentir desconforto.