Viajar na quarentena: cuidados devem ser redobrados

viajar-na-quarentena

Com a abertura gradual do comércio e algumas empresas voltando ao sistema de trabalho presencial, uma pergunta tem sido recorrente: já é possível viajar na quarentena?

Ao contrário de outros países do mundo, o Brasil não esperou uma queda abrupta nos casos de COVID-19 para retomar as atividades. Portanto, apesar da sensação de que tudo está voltando ao normal, é importante lembrar que o vírus ainda está em circulação. Mas, então, pode viajar na quarentena?

Situação atual do turismo no Brasil

O setor do turismo está retomando as atividades, e os destinos e as hospedagens estão se adaptando à nova realidade. Atualmente, não há restrições para viagens nacionais, e a decisão de sair de casa é pessoal.

A procura por opções para viajar com segurança é grande. Afinal, as pessoas nunca passaram tanto tempo sem sair de casa, o que explica essa vontade de experimentar novos ares. Ao mesmo tempo, ainda há uma preocupação com a crise sanitária.

São muitas dúvidas sobre o assunto, e a escolha de sair agora ou viajar pós-pandemia é individual. Entretanto, separamos algumas dicas essenciais para que você não corra riscos desnecessários se decidir sair de casa. Confira a seguir.

Trajeto de carro é o mais indicado

Se você decidir viajar na pandemia, opte por um trajeto que possa ser feito de carro. Isso porque, na atual situação, deve-se dar preferência aos meios de transporte que levam um número menor de passageiros. Afinal, ambientes fechados criam uma situação favorável à transmissão do vírus.

Então, destinos que exigem pegar um voo, por exemplo, não são a melhor opção. Além disso, o carro mantém a família segura e evita o contato com outras pessoas, garantindo o distanciamento social.

Tipo de hospedagem é fator decisivo

As pessoas não estavam acostumadas a passar tanto tempo em casa e, depois de meses em um apartamento, é comum que haja um cansaço geral. Por isso, muitos estão optando pelo turismo de isolamento.

Desse modo, é possível viajar na quarentena sem correr riscos desnecessários e manter o isolamento social em outro lugar. Alugar casas na Serra ou no interior, passar alguns dias em um resort ou escolher uma pousada com chalés isolados são algumas opções.

Contato com a natureza é uma boa escolha

viajar-na-quarentena-insider

Afinal, para onde viajar neste período? Além de analisar o tipo de hospedagem, optar por destinos em meio à natureza é uma boa ideia. Estar perto das árvores, ouvir o canto dos pássaros ou o barulho das ondas pode ter efeito terapêutico, principalmente para quem vive nas grandes cidades.

Além disso, esse tipo de destino oferece a possibilidade de fazer atividades ao ar livre ou ler um bom livro na varanda. No entanto, quem escolhe ir para a praia deve ter atenção redobrada, já que muitos turistas se deslocam para o litoral aos finais de semana. Se possível, opte por um local mais reservado e praias pouco disputadas.

Medidas de higiene não devem ser dispensadas

Viajar na quarentena exige muitos cuidados. Por isso, lembre-se de manter todas as medidas de higiene tanto no trajeto quanto na hospedagem. Se o hotel ou resort possui áreas comuns, use a máscara. O modelo antiviral protege da contaminação direta e cruzada e é capaz de neutralizar o vírus.

A Insider também aplicou a tecnologia nas camisetas antivirais, que além de confortáveis, protegem do novo coronavírus. Para completar, lave as mãos com frequência, leve álcool 70 na versão gel e líquida, e mantenha o distanciamento nas áreas comuns.

Evite aglomerações

Essa recomendação está presente desde o início da pandemia e continua valendo quando o assunto é viajar na quarentena. Se for necessário viajar, faça sua mala com roupas confortáveis e funcionais e evite aglomerações.

Se a viagem for a trabalho, a atenção deve ser redobrada ao encontrar outras pessoas: cuidado com os apertos de mãos e mantenha uma distância segura em relação aos outros. Em casos de lazer, evite ficar perto de grupos de pessoas nas áreas comuns, principalmente se estiverem sem máscara, como é comum na praia.