Yoga em casa: principais dicas para começar

yoga-em-casa-insider

Que tal conhecer mais sobre essa filosofia milenar que traz inúmeros benefícios para sua qualidade de vida? Praticando yoga em casa você desenvolve sua estrutura física e mental de modo gentil e respeitando seus próprios limites. Além disso, a prática é perfeita para quem ainda não tem costume de fazer exercícios.

De maneira geral, a yoga é uma prática bem completa. A partir dos seus ensinamentos, é possível mudar algumas áreas da sua vida, pois, além de a atividade envolver a parte física (podendo ser intensa, a depender do nível do praticante), também é encarada como uma filosofia. 

Essa filosofia possui ligações com o hinduísmo em razão de sua origem. Por isso, é comum observar algumas ideias similares entre eles e em outras filosofias históricas. Existem registros sobre as posturas da yoga que possuem mais de três mil anos de idade. 

Por isso, é comum encontrar praticantes de yoga no ocidente (e nisso podemos incluir também as artes marciais) que não seguem todas as filosofias como são seguidas no oriente. Na índia, por exemplo, dificilmente um praticante não seria vegetariano. 

Benefícios da yoga

yoga-em-casa

A yoga para fazer em casa tem inúmeros benefícios. Normalmente ela atrai as pessoas por ser uma prática vista como leve e funcional. Há também quem goste e se interesse por se tratar de um instrumento poderosíssimo, que ajuda a desenvolver a concentração no trabalho por meio da meditação.

Ela também é ótima para ajudar a desenvolver a consciência corporal. Dessa forma, você consegue ficar mais atento aos sinais do seu corpo, uma vez que as práticas de como fazer yoga em casa são justamente pensadas para facilitar essa conexão entre corpo e mente. É um exercício sobre estar presente.

Num mundo onde vivemos, na correria do dia a dia, muitas vezes acabamos deixando de lado essas outras necessidades do nosso corpo. Ligamos o modo automático e não somos capazes de sair disso. É aí que a prática pode te ajudar. Por isso, vale buscar maneiras de como praticar yoga em casa e aproveitar todos os benefícios possíveis.

Entre as principais vantagens destacamos o ato de promover o condicionamento físico e o alongamento, reduzir o estresse e a ansiedade, melhorar o sono, aliviar dores corporais, facilitar o emagrecimento e controlar a pressão e os batimentos cardíacos. 

Dicas para praticar

Para saber como praticar yoga sozinho, reserve um momento para se dedicar aos exercícios regularmente. Dessa maneira, fica mais fácil integrar a prática à sua rotina diária. É preciso praticar pelo menos três vezes durante a semana para se notar os efeitos a longo prazo. De imediato, você se sentirá mais leve e presente.

Reservar um local silencioso é importante

Quando pensar em fazer yoga em casa, lembre-se também de encontrar um lugar tranquilo e sem distrações para realizar sua prática. O ideal é que seja um local limpo, sem movimentação de pessoas e sem muito barulho. Pode ser na sala, na varanda ou ao ar livre. 

De olho na alimentação

Alimente-se antes da prática, com um intervalo de pelo menos 30 minutos. Para praticar yoga, o ideal é adquirir um mat — também conhecido como “tapetinho de yoga”. Na falta de um desses, você pode usar uma canga ou uma toalha. Porém, algumas posições podem ficar desconfortáveis só com o uso desses panos.

Invista em roupas confortáveis

Coloque roupas confortáveis que não limitem seus movimentos e que permitam a fluidez. Uma dica é investir cueca performance da Insider, que é voltada para a prática esportiva. A peça é referência em conforto, possui tecnologia capaz de bloquear os efeitos do suor, como a formação de manchas e o mau cheiro, e apresenta um ótimo caimento, de maneira que não enrola na perna. 

cueca-performance-para-fazer-yoga-em-casa

Além do que foi citado, existem outros materiais que podem te ajudar na prática de yoga. Deixe por perto objetos como almofadas, um cobertor, uma faixa (ou um cinto) e, se puder, adquira os chamados blocos de yoga. Esses últimos podem vir a ser muito úteis em algumas situações.

Cuidado com a respiração e as posturas

Quando pensar em como iniciar yoga sozinho, lembre-se: respire em todas as posturas. Às vezes, durante a prática de um exercício trabalhoso, prender a respiração pode dar uma falsa sensação de alívio. Entretanto, o exercício só surtirá efeito se feito de maneira consciente, presente e com a respiração acompanhando.

Duas das posições mais praticadas no yoga, principalmente por iniciantes, é a pose da vaca e do gato. Ela favorece sua coluna e ajuda a tirar a tensão. Para entrar na postura, fique em quatro apoios: os joelhos no seu mat alinhados com seus quadris e seus braços alinhados com seus ombros. 

Quando inspirar, arqueie sua coluna, trazendo seu umbigo para dentro. Na expiração, faça o contrário, leve o umbigo em direção ao chão, abra o peito e eleve seu rosto para cima. Repita quantas vezes sentir necessidade. 

Outra posição bastante importante e que nos ajuda a trazer a consciência para o presente é a do guerreiro um. Fique em pé e estenda uma perna para trás na mesma linha do seu quadril e deixe ele encaixado. Eleve os braços na hora de inspirar e fique nessa posição por cerca de 20 segundos.

Existem outras posturas que podem ser praticadas por iniciantes, e uma boa ideia é procurar vídeos na plataforma do YouTube. Dessa forma, você consegue acompanhar as posturas na sua TV ou celular enquanto pratica yoga em casa para iniciantes, como se estivesse em uma aula presencial. 

Descubra outras modalidades de exercícios

Aproveite e confira também nosso conteúdo sobre como fazer alongamentos em casa para realizá-los depois da sua prática de yoga. Assim, você consegue melhorar seu progresso, além de aproveitar os benefícios desses exercícios. 

E para quem gosta de atividades desse tipo, que respeitam o ritmo e os limites do corpo, e são trabalhados em conjunto da mente, uma ideia são as atividades de pilates. Preparamos um texto exclusivo sobre isso. Não deixe de conferir!